terça-feira, 14 de setembro de 2010

Luz no horizonte



Olho ali fora e enxergo o horizonte
Olho aqui dentro e vejo a saudade
Ali fora está convidando
Dona Saudade terei que deixá-la
Você que me acompanha a certo tempo
Você que grudou em mim e não quer largar
O horizonte ali fora clama por mim
Terei que abandoná-la à mercê da própria sorte
Você só me ofereceu dor e lágrimas
Angústia e aflição e espera e... silêncio
O horizonte que enxergo não me traz promessas
Não me ilude com juras e belas palavras
Não me seduz com um olhar apaixonado
Tolice... um desatino
Aaahh... vou ali ver o que me espera
Sair deste mundo de ilusão
Tentar divisar um mundo novo
Ali fora onde o sol resplandece
E quanto à você, Dona Saudade
Prepare-se para a partida
Sua passagem só de ida já está em mãos
Ofereceu-me o céu e me deu o inferno
Mostrou-me as rosas e me entregou os espinhos
Repito: ali fora o horizonte convida
Pode ser que ele me logre
Porém ele não me prometeu nada...

5 comentários:

  1. "Olho aqui dentro e vejo a saudade " e eu olho teu blog, e vejo emoção, beleza, sentimento. Mais uma vez, parabéns

    ResponderExcluir
  2. Como já disse aqui antes -- tudo tem sua duração definida, e a Saudade não pode ser diferente. Mas esta persiste, e teima em perdurar muito mais do que é bem vinda -- muitas vezes, mais do que a queremos por perto. Mas mesmo ela um dia nos deixa.

    É preciso reconhecer a hora de seguir em frente.

    Beijos,
    Fabio Piva
    http://paciencianegativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Pq vc fala tanto de Saudade?? A que você sente é aquela que dói, corrói por dentro, ou a saudade nostálgica? Nem sei se tem tanta diferença! "Ofereceu-me o céu e me deu o inferno
    Mostrou-me as rosas e me entregou os espinhos" é exatamente essa forma de saudade que eu sinto agora, mas eu também terei que deixá-la! o mundo me espera e eu não posso levá-la comigo! Desculpa falar mais de mim do que comentar o que vc escreveu, digo de passagem, lindamente, mas seus textos falam por mim, e alguns como este, mexe em feridas recentemente abertas aqui dentro!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. LINDO!!!
    Edi, quanta inspiração e criatividade, a cada dia que passa escreve de forma inigualável! Apesar de remeter a uma dor parecida, eles não caíram na monotonia, eles prendem, desde a primeira palavra ao fim! Parabéns sempre!!!

    ResponderExcluir
  5. ♪♫ Saudade... palavra triste... quando se perde um grande amooooor...!! ♪♫
    A saudade que sentimos não é por uma pessoa, é saudade de si mesmo quando está com essa pessoa.
    Dificil olhar pra frente e deixar de perceber os rastros que ficaram pra trás... os percalços, os tropeços... mas geralmente seguir em frente é sempre o melhor caminho...
    Parabens... pra mim esse foi o seu melhor texto... não que os outros tenham sido menorizados, mas esse foi demais!! meu preferido até agora!

    Geovanny Aral
    http://geoaral.blogspot.com/

    ResponderExcluir